Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Os Provadores

06.06.20

Gnocchies de frango e legumes em seis minutos


Rui Oliveira Marques

IMG_2820.jpg


Passaram despercebidas as conclusões de um estudo da Direção-geral da Saúde sobre os hábitos alimentares durante o período de confinamento. A bolha do pão caseiro e do Instragram pode ter criado a ilusão de que os portugueses estariam a prestar mais atenção à sua alimentação. Não são essas as conclusões do estudo.


- quase 42% dos portugueses admitiram que a sua alimentação piorou;

- alterações da frequência ou do local de compras dos alimentos, alterações do horário de trabalho, stress e mudanças no apetite são algumas das razões que levaram a alterações alimentares;

- destaque para o receio causado pela situação económica. 8,3% dos portugueses asseguram que estão a passar por dificuldades económicas – com impacto na sua alimentação

- 31% passaram a consumir mais snacks doces e 31,4% começaram "a petiscar mais frequentemente". Mesmo assim, 29,7% dos inquiridos asseguram que aumentaram o consumo de fruta e 21% de hortícolas.


Maria João Gregório, directora do programa nacional para a promoção da alimentação saudável da DGS, em entrevista à TSF, identificou um padrão de comportamento inquiridos mais jovens, do sexo masculino e com mais dificuldades financeiras que, durante o confinamento aumentaram o consumo de snacks salgados, refeições pré-preparadas, refrigerantes e take-away – isto enquanto comiam menos fruta e legumes.

Depois deste retrato negro sobre maus hábitos alimentares e refeições pré-preparadas, temos de admitir que a comida pré-cozinhada está cada vez mais sofisticada e tentadora para experimentar. Aqueles tempos em que a oferta se resumia a pizza ou lasanha congelada, ou então a couvetes de bacalhau com natas e arroz de pato (dois pratos que deviam entrar em confinamento imediato) parecem ter ficado para trás.

No Mercadona encontrámos recentemente uns Gnocchies de Frango e Verduras que, se preparam em seis minutos numa frigideira. Uma embalagem de 600 gramas custa 2,70€, dando para duas pessoas. São 149 calorias por cada 100 gramas - 20 gramas de hidratos de carbono dos quais 6,5 gramas são açúcar, e 4,4 gramas de lípidos.  

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.